Esclarecer suas dúvidas: Que livros você recomenda sobre o pensamento indiano?

Nesta seção, Javier Ruiz Calderón oferece respostas às nossas dúvidas sobre yoga, sua filosofia e suas técnicas a partir de uma visão atualizada e crítica da tradição yophytic. Estamos todos convidados a escrever para Javier info@yogaenred.com levantando nossas dúvidas ou incertezas.

Pergunta: Que livros você recomenda sobre o pensamento indiano?

Resposta: Primeiro, um esclarecimento: "índio" significa em relação à Índia. "Hindu" ou "Hindu" significa pertencer à tradição Hindu ou Hindu, que é uma das tradições religiosas de India, junto com o Buddhism, Jainism, etc. Portanto, há índios que não são hindus e hindus que não são índios (como eu). Agora, a resposta:

O livro que me parece a melhor introdução ao pensamento indiano em geral é A filosofia da Índia, por H. von Glasenapp, no editorial New Library. É de tamanho médio (400 pp. muito cheio) e, embora tenha sido escrito há mais de meio século, trata com competência todas as principais correntes: budismo, hinduísmo, jainismo, materialismo, etc. Expõe os grandes estágios do pensamento indiano, cada sistema, as principais questões discutidas (eu só perco um capítulo sobre estética), conta a vida de alguns dos principais pensadores e aborda a questão da relação entre filosofia indiana e filosofia ocidental.

Também é interessante Convite à filosofia indiana, por T. M. P. Mahadevan (Fundo para a Cultura Econômica). Algo mais curto (336 pp.), ele se desenvolve muito claramente e "de dentro" (porque ele é hindu, um conhecido "neovedantista" ) as principais escolas hindus. Budismo, jainismo e materialismo, por outro lado, simplificá-los demais. Se o que você está interessado em Pensamento hindu e, no máximo, ter uma idéia geral dos outros do ponto de vista neohinduhindulista, este é o seu livro.

Filosofia da Índia, por F. Tola e C. Dragonetti (Kairós, 736 páginas). Este livro é um pouco mais profundo. Levanta a questão de saber se existem filosofia na Índia e mostra que há bastante detalhado expondo-o a alguns aspectos do pensamento hindu: vedismo, o úpanishad, o Brahmasutras, a advaita vedanta de Gaudapada e Shánkara, as vedantas devocionais de Ramánuja e Madhva e o samkhya. Ele muitas vezes compara suas idéias com as dos pensadores ocidentais. Um grande trabalho em todos os sentidos.

Finalmente, e para aqueles que desejam aprofundar-se no pensamento budista indiano, um trabalho muito competente e moderno: Pensamento budista. Uma introdução completa à tradição indiana, Por Williams, Tribe e Winne (Herder, 440 pp.). Ele dá exatamente o que o título promete, isto é: ele expõe todos os Budismo indiano, pero no trata en absoluto la filosofía budista extraindia, que, aunque se apoya muchísimo en aquella, también tiene desarrollos originales como el zen, la escuela de Nichirén o el budismo secular contemporáneo.

Eso es todo de momento. Cuando terminéis estos libros os digo más. Feliz estudio.

Javier Ruiz Calderón (Shankara) es doctor en filosofía especializado en pensamiento de Asia y filosofía de la religión y profesor en la Universidad Pontifica Comillas (Madrid). Lleva cuarenta años estudiando y practicando yoga, vedanta y meditación. Enseña esas disciplinas, así como sánscrito y canto védico, y ha publicado seis libros y docenas de artículos sobre esos temas. Sitio web personal: www.jruizcalderon.com

Próximas atividades: Todas as quintas-feiras, no centro de Madrid: aulas de Yoga suave (19-20h) e Filosofia e meditação (20-21h). En Madrid y a distancia, un sábado al mes: cursos «Estudio de la Bhagavadgītā» e «Introducción al advaita vedānta». Información: www.jruizcalderon.com/proximas-actividades-2

Outros artigos sobre ,
Por • 2 Dec, 2019 • Sección: Assinaturas, Javier Ruiz Calderón