O desafio do presente: aplicando a sabedoria antiga no mundo moderno

Ser espiritual no contemporâneo mundo vem a mão da aceitação e integração de um ambiente do qual é impossível escapar. Adoptar e aplicar antigas filosofias no moderno mundo é o maior desafio do despertar da consciência para o ser humano contemporâneo. Escreve Paulo Rego.

Mundo moderno

As transformações que sofre o mundo e as sociedades humanas, muitas vezes uma grande contradição filosófica que surge a partir confronta a realidade de que tentamos desenvolver nossa diariamente vive com o conhecimento dos valores que tem surgido em outra época, num contexto muito diferente.

As filosofias que suportam e contenham as antigas disciplinas, como yoga, foram expressas em tempos antigos em que, embora o ser humano foi formado quase completamente como o presente, o ambiente e estilo de vida eram completamente diferentes.

Os escritos sagrados, que são referidos em muitas ocasiões, como os Vedas na cultura que se originou na Índia ou em outro lugar, como o taoismo ou outros textos sagrados da época xamânica humana, foram escritos em épocas em que ambos o mundo exterior como o em vious humanos desenvolveram-se mais lentamente, em que o exercício da contemplação era mais natural e acessível.

Sempre lá dormindo e acordado. Ciente e criaturas que vivem nas sombras também. O mundo material sempre foi o desafio do ser humano na experiência da terceira dimensão. Mas, no momento em que não havia tempo para contemplar a ponto de criar grandes sistemas filosóficos, a permanente e impermanente observaram mais claramente; o tempo de observação foi acompanhado pela lenta e baixa intensidade da vida cotidiana. Muitos textos que hoje podemos ler em poucos dias foram compostos por várias gerações.

É, portanto, que os textos são uma grande força e muitos dos valores cunhadas em que então hoje permanecem intactos e não foram modificados. O ser humano foi para o imediatismo e difícil, a evolução de uma ideia que continuará naturalmente a ser expressa tão perfeitamente como antes agora poderia ser construída.

O desafio

Tendo em conta essas alterações no ambiente humano, com dois ou três mil anos de distância entre os sábios do passado e os seres que abre a consciência neste momento, dada a falta de novos paradigmas e sistemas filosóficos tão poderosos e únicos como aqueles expressos em antiguidades d, há um retorno a essas ideias que procuramos aplicar à vida que especificamos no presente.

E na aplicação dos valores antigos que nos encontramos hoje com um dos maiores desafios.

A percepção do tempo mudou completamente. Isolado do mundo ou de qualquer sistema social é, mas é impossível, quase impossível. Nós mesmos completamente de desanexar o material é tão difícil quanto tentar ignorar os milhões e milhões de dados provenientes de fontes mais diversas, tangíveis e intangíveis.

É, portanto, que a tarefa invariavelmente incorporar uma parcela do mundo material e experimentar a sua parte da matéria para elevar-nos espiritualmente hoje, adicionar para a já difícil tarefa de implementar os valores transcendentes dos nossos antepassados, com isso, como se um apêndice do nosso corpo.

Antes, estava claro que se desviar do mundo material foi um caminho exato para o desenvolvimento espiritual. Hoje, a forma contemporânea de se relacionar com a terceira dimensão envolve Basta soltar e usar do que o necessário, Não nos deixe arrastar as coisas, mas usar um pouco para nos desenvolver.

Sistemas predominantes no mundo de hoje, que nós empurramos para manter determinado mínimo de relação com atividades materialistas que devemos aprender a elevar à categoria de espiritual.

As "obras", comércios ou postos de trabalho devem ser parte do nosso mundo espiritual. A aplicação do conhecimento antigo deve ser adaptada ao mundo moderno. A prática de ioga, meditação ou qualquer outra atividade relacionada com o desenvolvimento da consciência, deve coexistir em harmonia com nossas atividades diárias necessárias.

El desafío está en el equilibrio. Los despiertos, los inquietos de la consciencia, los nuevos sabios forman parte del mundo con todo lo que ello implica hoy. Ésta es la mayor dificultad a trascender en este tiempo ya que la opción de aislarnos es cada vez menos probable y la sutilización de nuestro ser, su elevación espiritual, viene aparejada con la relación que tengamos con el mundo material que nos rodea.

Paul Rego. Professor de yoga. Masajista-Terapeuta Holística. Diploma em medicina Ayurveda da Índia.

http://yogasinfronteras.blogspot.com

Outros artigos sobre
Por • 11 de abril de 2016 • seção: Assinaturas