Arcane nº 3: Trikonasana, a Imperatriz

O sentido da asana toca a essência da origem mágica do Yoga. Como o arcano do tarô, os Asanas contam muito mais do que mostram. Durante 22 semanas apresentaremos o arcano e sua correspondência com asans, a fim de refletir sobre a geometria sagrada do nosso corpo e sua linguagem oculta. Escreva esta série Carmen Viejo.

Palavra-chave: "A Filha"

"No selo micênico mostrando a deusa sentada ao lado da Árvore da Vida, a figura de uma filha mais nova emerge da terra como o espírito da nova vida". (Anne Baring e Jules Cashford)

O número três é governado por Júpiter e Vênus, ambos locutores de esplendor e nova vida. A Imperatriz é Arcana Número Três e simboliza multiplicidade e fertilidade. Esta jovem é comunicativa e esperançosa e, como Perséfone, lembra que a vida e a morte são cíclicas e renovadas umas nas outras.

A mente é estéril, a natureza é passiva: a união dos dois possibilita uma manifestação de transporte ao mesmo tempo de desenvolvimento e abundância. Uma promessa que, à medida que se regenera, possibilitará o ápice da evolução.

La Emperatriz representa asimismo el tiempo trifásico: pasado, presente y futuro. En el ásana este tiempo viene representado por las fases de fazer, manter e desfazer, os três fundamentais:

Criar o asane é construir com conhecimento, de uma forma arquetípica a uma adaptação, sem perder a essência do significado.

Manter a asana é viver uma experiência de vida, coerência e harmonia, superando esforço e gerando uma transmutação em um nível físico, energético e mental.

Desfazer uma assana é um orgulho de consciência e assimilação para que o que sai seja uma forma evoluída do que entrou.

A respiração yogica também respeita esse ritmo trifásica, com seus estágios de inalação ou expansão, manutenção ou plenitude, e expiração ou libertação, emulando as idades de qualquer manifestação.

Correspondência em Asane

Trikonasana é na asans a forma mais pura do triângulo, especialmente quando a abertura entre as pernas é igual ao comprimento destes na busca da forma do equilateral. Baseado na terra, lateralidade nas pernas e ápice no centro dos quadris, o braço prolonga a ascensão do triângulo como a vida que, uma vez nascida, tende a subir para o céu.

Parshvatan Trikonasana é a forma lateral do triângulo e favorece a abertura costeira que desenvolve sensibilidade e capacidade de comunicação, assim como a filha chega à família proporcionando expressividade, doçura e união entre as partes. Com a mesma abertura de pernas que no asana anterior, vamos primeiro alongar o tronco para um lado, sem levantar um quadril do outro, e com o braço prolongando o lado. Depois de assimilar, a assana é repetida para o outro lado. Finalmente observamos em repouso a respiração de ambos os lados ao mesmo tempo, enchendo-nos com essa sensibilidade e doçura que surge por dentro. Sem sensibilidade, não há desenvolvimento possível.

Shaktiasana promove o desbloqueio do sacro e a renovação da energia vital. Deitada de bruços, dobrando as pernas pelos joelhos e, juntas, suas pernas e pés, são jogadas no chão para um lado. A testa repousa sobre as mãos. Respire várias vezes antes de desfazer, descansar e enfrentar o outro lado.

Utthita Mandukasana o "O sapo levantado" é preso nos dois calcanhares presos, enquanto os joelhos se abrem para as laterais, e todo o corpo abaixa de agachamentos também formando um triângulo elevado, como uma flor parada na aparência e ainda com grande dinamismo enquanto se levanta e sobe acima das pontas dos pés. As mãos permanecem na posição chi mudra nas pernas, subtizando a energia desta flor. As nádegas tocam os calcanhares. O sapo canta a melodia comunicativa e fraternal da Natureza que anuncia a renovação da vida.

Nota: Estudo e efeitos de Trikonasana e Parshvatan Trikonasana nas páginas 80 e 91 de Yoga. Teoria, prática e metodologia aplicada Utthita Mandukasana na página 319 Yoga. Grande ambos por Manuel Morata.

Carmen Viejo Heredero (Ahimsa)

Professor de Yoga, Bacharel em Ciências da Informação e graduado pela Vedanta Academy Yoga (Escola de Sivananda) e pela Associação Espanhola de Praticantes de Yoga (Escola Manuel Morata).

Informações: ahimsayogandalucia@yahoo.es

Outros artigos sobre ,
Por • 6 Apr, 2017 • Sección: Carmen Viejo, Assinaturas