A síndrome do titulitis em yoga

A síndrome titulitis também atingiu o campo de yoga. Diplomas, títulos, certificados... Tudo isso em vez de trabalhar na própria intensamente, como em um laboratório vivo e a experiência de técnicas de yoga em profundidade. Escreve rua Ramiro.

Hace ya un buen número de años me llamaron del INEF para impartirles a los estudiantes tres días de técnicas de yoga. Ahora resulta, y es esperpéntico, que el INEF da certificados o diplomas de yoga como si el yoga fuera un ejercicio físico, una gimnasia o un deporte.

Y es que el síndrome de la titulitis ha llegado también al ámbito del yoga. Diplomas títulos, certificados… Todo ello en lugar experimentar a fondo las técnicas del yoga, sin dejar nunca de lado el pranayama, al que muchas escuelas no prestan la menor atención, si bien los pranavadins Eles insistiram para que "não há nenhuma ioga sem pranayama".

Que bom é saber todos os mecanismos do sistema respiratório, se um não é treinado em pranayama? Quais relatórios sabem muita psicologia profunda, se um não é treinado em meditação? E sabe avesso a influência dos asanas ou relaxamento profundo, se um não pratica? É como ler o folheto do medicamento e não engoliu.

Neste momento de loucura, onde a matéria-prima é gabar-se e vangloriar-se, as pessoas querem acumular títulos, certificados, diplomas... como se todo esse constelase o! grau de consciência da pessoa ou seu nível de evolução de auto-desenvolvimento y capacidad para enseñar honestamente a los demás! Así sucede que se viene efectuando el más impúdico de los negocios desde hace años con las formaciones de profesores, explotando el afán por obtener un “papelito” que demuestre que la persona está capacitada para dar clases. Pero la pregunta básica es: ¿y quién garantiza que los que imparten esos cursos están capacitados para hacerlo y pueden mirar por encima del hombro a los demás y así realimentar su neurótico narcisismo?

Tudo isto independentemente se os montantes recolhidos nesses cursos são legalmente declarados. E, claro, é a questão de quem quer monopolizar a formação dos professores por dois motivos básicos (nenhum deles altruístas) ansiosamente: afirmar o seu ego-rascacielos e encher seus cofres, tanto que é desgañiten dizendo que eles fazem para espalhar os ensinamentos sagrados pelo bem da humanidade.

Ramana Maharshi Insisto várias vezes: "o mestre vive dentro de você!". NI Matyendranath, Nem Goraksana, ou Shankaracharya, ou Tilopa o Naropa, ou Ramana Maharshi o Ramakrishna, ou Aurobindo ou tantos outros necessários para aproveitar-se dos certificados, porque eles próprios eram mais nobre e sábio certificado.

Calle Ramiro

RamiroCalleMais de 50 anos tem sido Calle Ramiro ensinar yoga. Ele começou a ensinar em casa e criou uma academia de correspondência de ioga para toda Espanha e América Latina. Em janeiro de l971 abriu sua Centro de Yoga Shadak, que já se passaram mais de meio milhão de pessoas. Seus 250 trabalhos publicados incluem mais de 50 anos dedicados à ioga e disciplinas relacionadas. Ele fez Yoga a finalidade e o sentido de sua vida, tendo viajado centenas de vezes para a Índia, a pátria do yoga.

Consulte a página de Facebook de Ramiro Calle:
https://www.facebook.com/pages/Ramiro-ACalle/118531418198874

Outros artigos sobre
Por • 19 Apr, 2018 • Sección: Calle Ramiro