Tipos de discernimento

Pode ser? José Netodiscernimento, a ferramenta chave do Jñana yoga, o instrumento ideal para o motor de busca da coisa real, de verdade, do espírito? Escreve Emilio J. Gomez.

projeções

Sim e não. Distinguir entre o Real e o ilusório corresponde ao estágio avançado do processo de pesquisa. Por esta razão, o Jñana yoga, o yoga do discernimento, não é generalizada, embora sua principal proposta capta com facilidade as mentes de muitos cuidados ocidentais.

Discernimento depende diretamente proporcional da vibração do nível do praticante e, por extensão, do seu nível de compreensão.

Numa primeira fase, você pode praticar José Neto tentando encontrar o que não muda nunca, separando-o do que é impermanente e, portanto, sujeito à lei inexorável da mudança.

Só de estar atenta, você verá como o que parecia imóvel, imutável, um dia, mais cedo ou mais tarde torna-se móvel e mutável, para parar de ser como sempre foi, tanto quanto a mente para funcionar, caso contrário.

Desta forma, para observar o impermanente, é possível encontrar uma fenda através da qual a perceber aquilo que é sempre permanente. Observando o discernimento não é apenas viável, mas é também, por óbvio que é fácil.

O que isso já não muda? A essência, o observador... Um quem Ele percebe. Ou seja, a consciência de ser.

Assim, com uma maneira simples, simples e acima de tudo natural, o motor de busca começa a investigar e encontrar as diferenças entre a essência e personalidade, entrando o que poderia ser chamado uma segunda fase de discernimento.

A essência é que que sempre foi. A personalidade, por outro lado, é adquirida, o imitado ou copiado. O que não nos pertence, e, portanto, não é autêntica, mas ilusória.

Instalado na essência, o motor de busca pode começar a se aprofundar na pesquisa fornecendo mais exigentes que, atingindo o que poderia ser chamado uma terceira e última fase, consistindo para discernir entre o Real, a realidade imutável, absoluta e mutável e Portanto, relativo. Ou seja, entre o Real e a ilusória, autêntica essência do trabalho do Jnana yoga.

Tente realizar tal trabalho de discernimento, sem passar por estágios anteriores é o caminho mais curto para o desânimo no praticante, por muito interesse que a tenha no começo. E, o que poderia ser pior: fazer um esforço mental, que seria condenado desde o início, às falhas de discernimento mais retumbante.

Discernir é um trabalho lento, muito lento, que exige muita perseverança para acumulares muitos "perceber", muitos "tomadas de consciência", a fim de ter um vislumbre da coisa Real. Em qualquer caso, é um trabalho mental, ou intelectual, mas uma melodia com consciência.

Nós incentivamo-lo como o leitor a realizar esta pesquisa única pela mão de alguém com experiência de tal forma, que apesar da aparente facilidade e sua atração singular, está cheio de trilhas e cantos e recantos em que acabam perdidos.

Emilio J.GomezEmilio J. Gomez É o círculo interno de silêncio, professora de yoga Yoga

T 616-660-929 - e-mail: info@silenciointerior.net

www.silenciointerior.net

Outros artigos sobre
Por • 25 Aug, 2016 • Sección: Silêncio interior