Aceitar a dor, evitar o sofrimento

Dor e sofrimento não são a mesma coisa. O que chamamos de dor é inerente a vida de qualquer ser vivo. O sofrimento é mental. Ioga treina-na viver a vida em sua totalidade: alegre e doloroso. E nos ensina a evitar o sofrimento. Escreve o velho herdeiro de Carmen.

Dolor_manos

Yoga é uma mãe que abraça e saúda igualmente o patinho e o cisne, porque ele sabe que são duas fases do mesmo indivíduo. O mesmo acontece com dukha (dor) e sukha (alegria). Dukha abrange todas essas situações dolorosas que envolvam estresse físico ou mental, mudança, adaptação, condição ou perda. Sukha, no entanto, diz respeito a que é agradável, harmonioso, equilibrado e permite aos Estados-relaxado.

A prática de Yoga que treina para passar por todos esses Estados sem entorpecimento nos em sukha ou nos assombrar no dukha, mas gerar equanimidade. Assim esforço e relaxamento combinam-se de tornar-se lúcido e útil.

Outra questão é o sofrimento, a reação emocional da nossa mente àquela que gera rejeição e aversão. Curiosamente, o sofrimento pode ocorrer antes de dukha e sukha, porque sua origem está na personalidade e não em fontes externas, fazendo-nos levar pela agradável a desagradável ou vice-versa.

O sofrimento tem cinco razões (Klesha), De acordo com a síntese magistral de Patanjali:

-Avidya: a ignorância que nos leva a confundir o eterno com o temporal.

-Helder: identificação do ego.

-Raga: desejo.

-Dvesa: rejeição.

-Abhinivesha: o medo da morte, derivado de ignorar nossa verdadeira natureza.

A Klesha não apenas gerar sofrimento de quem sofre com eles, mas eles estão dirigindo as forças de agressão e causando sofrimento a outros seres.

O Yoga-Sutra Eles afirmam que a prática de Yoga com seus oito elementos eliminados o Klesha ou causas do sofrimento. Prática nos torna imparcial para o agradável e o desagradável; gentil e respeitoso para com a vida; Ele impede que a mente adere ao desatualizado; Abre a possibilidade a experiência direta e nua do que somos e será; reduz o medo da dor do corpo, a mudança e o futuro.

Ao longo da vida prática nos ensina a Abraça a existência e o momento presente, ao aceitar, confiar. E este acolhimento sereno vencer o sofrimento.

Carmen velhaHerdeiro de Carmen velho (Ahimsa)

Professora de yoga, uma licenciatura em Ciências da informação e o direito pela Yoga Vedanta Academy (escola de Sivananda) e pela Associação Espanhola de praticantes de Yoga (escola Manuel Morata).

Workshops e retiros em Granada: levantamentos de 28 de julho a 1 de agosto e de 17 a 22 de agosto, em valor, a casa dos teares. Granada.

Informações: Tf. 620549192 ahimsayogandalucia@yahoo.es

Outros artigos sobre
Por • 18 de julho de 2016 • seção: Carmen velha, Assinaturas