A importância do assoalho pélvico

Trabalhando com mulheres grávidas me deu a oportunidade de focar o estudo, exploração e a prática de diferentes técnicas para o assoalho pélvico, um tópico que me acho mais fascinante já e cujos problemas generalizados nunca deixa de me surpreender por sua magnitude e complexidade. Escreveu Gabriela Angueira.

Assoalho pélvico

O assoalho pélvico tem a nobre e importante função de apoiar nossos órgãos internos, para os quais é necessário que seu tônus muscular é adequado para atuar como uma malha de contenção, evitando que nossos corpos vão cair devido a força da gravidade. Da mesma forma, o assoalho pélvico é atravessado pelos esfíncteres, que permitem a evacuação e a mulher tornam possível também dar à luz seus filhos. Para fazer isso, esfíncter cumprir sua função com sucesso total, o assoalho pélvico deve ser capaz de relaxar e alongar eficazmente.

Este é um assunto que eu tento falar, explicar e praticar muito em minhas aulas de Yoga para grávidas, grupo em que este problema vem à luz de uma forma mais perceptível. No entanto, mulheres grávidas e pós-parto não são os únicos afetados pela disfunção do assoalho pélvico, mesmo sabendo que uma atenção de reivindicação mais direta a este respeito.

Algo muito importante para manter em mente para uma reeducação do assoalho pélvico certeza é observar a maneira em que este músculo "rede" funciona e sem ir hoje para a descrição das diferentes camadas de tecido muscular, dizer para simplificar esse assoalho pélvico funciona da mesma forma que o resto de nossos músculos do corpo : encolhendo para trazer ossos, alongamento fora. Quando o trabalho do assoalho pélvico transversalmente, ativado para trazer os ossos e relaxa e alonga distância uns dos outros. Quando entendemos a ação no plano sagital, vemos que quando o cóccix encolhe sobre um púbico e relaxar separa esses dois ossos.

Exercícios que não valem para todos

Com isto em mente, observar cuidadosamente o que acontece no corpo das pessoas antes diga este ou aquele exercício para treinar o assoalho pélvico. Amplamente recomendado o Exercícios de Kegel todas as mulheres grávidas e qualquer mulher que têm perda de urina.

Automaticamente, profissionais de saúde recomendam que exercícios de Kegel como essencial para manter a saúde do assoalho pélvico. E então cada vez mais generalizada começa a recomendar exercícios hipopresivos para retornar o Tom para o assoalho pélvico, bem como recuperar uma barriga lisa. Ambos os tipos de exercícios não são "maus" em si, mas não são recomendados para todos os tipos de disfunção do assoalho pélvico.

Vamos olhar para a ação muscular das fibras no assoalho pélvico e olhar para o típico posição de uma pessoa que passa oito horas sentado um dia / a em um escritório, uma média de duas horas um dia viajando por transportes públicos, mais para outras horas disponíveis por dia para as refeições e excluindo as horas prováveis frontal TV ou computador em casa. A posição "típica", a que me refiro é com coluna vertebral arredondado e cóccix arremeteu em direção ao púbis. É uma postura que também estão sob já as crianças na escola, mas vamos deixar isto para outro artigo.

Imagine, então, que o solo pélvico dessa pessoa (de milhões de pessoas em nosso mundo ocidental) passa uma média de 12 horas por dia trabalhando para manter esta postura na qual o cóccix é mantido perto do púbis e que certamente os ossos são bastante íntimos por uns aos outros. Como você pode imaginar que você será o assoalho pélvico dessa pessoa? É mais provável que hypertone ste e, portanto, vai haver perdido é sua capacidade de relaxar e alongamento é. O que acontece se essa pessoa começa a praticar Kegel ou hipopresivos? Eram de que seu solo pélvico é apertar ainda mais e cada vez será mais difícil que re aprende a relaxar!

Como se diz Katy Bowman: "Tenso não é tão forte." "Isso é tenso: tenso". E que um músculo será um saudável e forte, você tem que ser tão capaz de vento para cima e relaxe. Imagine os grandes músculos dos amantes dos pesos: bíceps enormes que mantêm em todos os tempos na luz dobra os cotovelos incapazes já estendem completamente.

Especialmente se você trabalha com mulheres grávidas, evita recomendar levemente os exercícios de Kegel e hipopresivos abdominal prática de tratamento pós-parto. Na prática da ioga, encontramos vários movimentos e posturas que trabalham com essas duas funções do assoalho pélvico, o activate isso e relaxe, de forma natural e eficaz. Além disso, na vida cotidiana, existem várias ações e funções em que podemos nos concentrar para entender e fortalecer o funcionamento saudável do assoalho pélvico.

Se você quiser saber mais, não perca os próximos artigos:

-Três posições e três movimentos para entender o funcionamento do assoalho pélvico.

-Pélvis e seu funcionamento natural.

Gabriela Angueira Ele é especializado em Yoga para grávidas e professora de yoga Yoga Terapia para o assoalho pélvico

Ser sociável, compartilhar!

Você gostou deste artigo?

Subscreva a nossa RSS para que você não perder nada

Outros artigos sobre
Por • 29 de julho de 2013 • seção: Deus o abençoe